Skip links

Varizes: doença que atinge tanto os homens quanto as mulheres

As varizes são um problema sério que atinge principalmente as mulheres por causa dos hormônios, no entanto, o principal fator de risco para se ter varizes é a presença desta doença na família: a hereditariedade.

Outros fatores que também contribuem para o aparecimento das varizes ou para agravar as que já existem são: idade, sexo, história familiar, obesidade, traumatismo nas pernas, temperatura, tabagismo, sedentarismo, gravidez e pílula anticoncepcional.

Mas o problema também pode afetar os homens, que por falta de informação ou conhecimento, na maioria das vezes, só costumam buscar o tratamento quando a doença já se encontra em um estágio avançado.

Quase 90% dos homens procuram o médico por insistência da esposa. Por terem as pernas menos expostas devido aos pelos, o problema também pode demorar mais para ser descoberto.

As varizes não são só uma questão estética, a doença precisa ser tratada, já que as veias dilatadas podem estar associadas a complicações mais graves como processos inflamatórios na pele, como linfangite e erisipela, feridas como úlceras varicosas e ter relação até com a trombose.

A partir dos 30 anos é comum aparecerem varizes que podem ir piorando com o passar dos anos. No entanto, os mais jovens podem ter microvarizes ou “aranhas vasculares”, também chamadas de “vasos”. Como já falamos, as mulheres são mais propensas do que os homens devido aos fatores hormonais da gestação, menstruação e menopausa, além das terapias de reposição hormonal e anticoncepcionais, segundo alguns pesquisadores.

O melhor a fazer para evitar as varizes é se movimentar, ter uma alimentação saudável e a qualquer sinal de veias dilatadas procurar um especialista.

Deixe seu comentário